sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Coisas de Almada e de Gente Que Viveu e Vive Almada

Mais uma imagem de Maio 1979, junto ao antigo supermercado Pão de Açúcar, então localizado na Quinta do Galo, Cova Piedade.
O pequeno trecho de piso no canto inferior à direita na foto é da Rua Conceição Sameiro Antunes.
Note-se as construções de habitações antigas que havia nas proximidades.
A foto refere-se a uma intervenção da Guarda Nacional Republicana, com cães e cavalos, realizada num sábado à tarde neste estabelecimento comercial, para proteger dos piquetes de sindicalistas os trabalhadores que decidiram trabalhar nos sábados de tarde.
Veja-se na foto à direita cavalos da GNR  a pastarem na erva, com os guardas junto deles e também a rede de protecção a um depósito de gás canalizado que abastecia os prédios locais, existentes para a direita da fotografia.
Um pormenor na foto: no poste do candeeiro de iluminação está escrito "PATO". Octávio Pato do PCP havia sido candidato às Presidenciais em 1976, vencidas por Ramalho Eanes.

sábado, 24 de agosto de 2013

Coisas de Almada e de Gente Que Viveu e Vive Almada


Paredão da praia da Costa da Caparica nos anos 70, fora da época balnear, com as "Torres Europa" à esquerda em construção. À  direita na imagem o suporte metálico da "Bola Nívea", referência para orientação na zona e "ponto de encontro" nos dias de praia.
Em plano anterior às "Torres Europa" a construção de madeira próximo das embarcações, será o antigo banheiro "Bexiga"?

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Coisas de Almada e de Gente Que Viveu Almada

Postal escrito pelo escritor almadense Romeu Correia ao seu amigo de sempre Jaime Couceiro Feio, com a notícia do matutino portuense "O Primeiro de Janeiro" a propósito da encenação  da farsa "O Vagabundo das Mãos de Ouro" pelo Teatro Experimental do Porto, a estrear nessa noite dia 31 de Julho de 1962 na cidade do Porto, onde o autor se encontrava para assistir à estreia.

domingo, 4 de agosto de 2013

Coisas de Almada e de Gente Que Viveu Almada

Anúncio de uma Corrida de Touros na Praça de S. Paulo. Localizava-se onde existiu a antiga Escola Primária Feminina de Almada (Escola do Campo - Campo de S. Paulo), escola esta, mandada destruir recentemente pela Câmara Municipal de Almada depois de a deixar degradar e utilizar o terreno circundante - o recreio dos alunos - para outros fins que não educativos.
A Praça de S. Paulo foi inaugurada em 1843 com bancadas e camarotes de madeira, tinha capacidade para cerca de 500 pessoas. As touradas mais importantes que nela ocorriam eram nas festas anuais em honra de S. João Baptista,  que à data atraiam a Almada muitos forasteiros.
Em 1904 sofreu um incêndio, sendo reconstruída pouco depois, mas já não conseguiu atrair com fulgor as pessoas para este espectáculo. Entrou em decadência tendo sido demolida nos anos 30 do século XX.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Coisas de Almada e de Gente Que Viveu Almada

Factura/Venda a Dinheiro de 1948 ( a pouco menos de 65 anos ) do então muito conhecido alfaiate da Cova da Piedade, Sebastião Costa (como as pessoas o conheciam).
Para lá da alfaiataria, teve posteriormente na Rua Dr. Oliveira Salazar, frente à então Cooperativa Piedense uma loja de venda de lãs - Lãs Labeth - ( denominação vinculada ao nome de sua filha Elizabeth ).