sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Gente de Almada, Gente Que Viveu Almada

O Dr. José Maria Roque Lino foi um dos fundadores do Partido Socialista. Faleceu no dia 16 de Novembro de 2017 com 79 anos.
Roque Lino, não era natural de Almada mas residiu e viveu em Almada, ele e família. Foi no Café Central de Almada durante a segunda metade da década de 60 que ele estudou e se preparou para os exames e tirar o curso de Direito, licenciando-se em 1970. À mesa do café e de estudo tinha geralmente por companhia o cunhado Celestino Cabanas Bento, que estudava igualmente Direito e se licenciou seguindo este a carreira de juíz, reformando-se como Juíz Desembargador no Tribunal da Relação de Lisboa.
Nesses anos 60 conversámos muito à mesa do Central com ele, o seu irmão António, mais novo e o cunhado. Muitas das conversas eram de abordagem política e social.
O Dr. Roque Lino, está sinalizado na fotografia supra dos fundadores do Partido Socialista em 19 de Abril de 1973 na cidade alemã  de Bad Münstereifel, fundado a partir da Acção Socialista Portuguesa a que aderira em 1971.
Começou a escrever no jornal República em 1971, segundo nos disse a convite de Urbano Tavares Rodrigues. Escreveu depois em outros jornais: A Luta, Portugal Hoje, A Capital e Diário de Notícias.
Em 1973 foi Delegado ao 3º Congresso da Oposição Democrática realizado em Aveiro
Foi membro da Comissão Nacional de Eleições em 1976 e em 1977 foi Secretário de Estado da Comunicação Social do II Governo Constitucional.
Após o 25 de Abril de 1974 perguntámos a um militante do Partido Socialista em Almada pelos Drs Roque Lino e Alexandre Pires e como ia então o PS em Almada face ao período conturbado do PREC. Respondeu dizendo: "Já corremos com os Drs"!. Resta acrescentar que esse militante trepou política e socialmente e os Drs de facto haviam-se eclipsado das lides políticas neste concelho.
O Dr José Maria Roque Lino era natural da freguesia de S. Vicente da Beira, concelho e distrito de Castelo Branco.
 
Uma coincidência de dia e mês: O Dr. Roque Lino, enquanto Secretário de Estado da Comunicação Social foi exonerado, a seu pedido, devido a uma situação criada por um funcionário da SECS. A exoneração teve efeitos a partir da data da publicação do  Decreto em Diário da República 16-11-1977. Morreu 40 anos depois a 16-11-2017 na sua residência em Loures.
Só hoje tivemos conhecimento do seu falecimento.
 
A fotografia foi retirada da internet

Nenhum comentário: