domingo, 11 de março de 2007

Coisas de Almada e da Gente de Almada

 

A GRANDE MARCHA DE ALMADA 1956
Meio Século atrás em que se vivia Almada, em que Almada se divertia.
Havia Festejos e Arraiais Populares sem tribunas de notáveis sorridentes e beijoqueiros.
Era o povo que tomava conta das ruas. Não havia subsídios ao Associativismo, que nesse tempo era mesmo Popular e sem controlo partidário.
Era povo genuíno que trabalhava e lutava por dias melhores irmanado num colectivismo sádio e solidário, livre das amarras politicas de que hoje enfermam neste concelho, muitas colectividades, clubes e associações culturais.
Não havia a subsídio-dependência política.
Havia repressão política, é certo. O povo não era livre de se manifestar, mas tinha um forte sentimento de liberdade. sabia onde estava o inimigo e sabia o que queria.
Hoje as aparências iludem e enganam o povo.
O Povo hoje é desmotivado a participar. Dizem-lhe que há quem pensa por ele e só nele.
Há uma inflação de vendedores de ilusões....

Um comentário:

amigo da costa disse...

Não haverá também uma Marcha antiga da Costa da Caparica?